sexta-feira, 13 de Julho de 2007

A Pedofilia e a ailifodep

A pedofilia é um assunto que tem marcado a sociedade portuguesa ultimamente, nomeadamente o esfíncter de alguns jovens. Este é um tema que me deixa alarmado, visto que não entendo a classe pedófila: não se reproduzem entre eles e, ao que parece, cada vez há mais. Por outro lado, eles têm a vida cada vez mais difícil, não que me refira à perseguição judicial mas sim á diminuição da taxa de natalidade nacional, que faz com que seja mais difícil o recrutamento de infantes para sodomizar.
Mas o que me leva a bloggar não é propriamente a pedofilia mas sim o seu oposto: a "AILIFODEP". Passo a explicar: ia um dia destes pela calçada de uma avenida muito descontraído até que aconteceu algo que nem a minha fértil imaginação poderia prever: ao cruzar-me com duas jovens "teens" (11/12 anos) fui assediado à boa maneira tipo o trolha que está na obra e vê passar uma loira... E a minha reacção? Completamente boqueaberto e estupfacto!
Após a digestão desta ocorrência retirei algumas conclusões que gostaria de partilhar: A primeira coisa em que pensei foi que existia a opção muito remota de ter aspecto de adolescente e caso isto fosse verdade teria a dizer que o álcool que bebo, conserva. Mas depois pensei que até pode conservar mas não faz milagres. Rapidamente descartei esta opção.
Depois fiquei a pensar na saúde mental das raparigas mas a esquizofrenia só aparece em idades mais avançadas.
Foi então que notei que tinha sido vítima de "ailifodep".
Cerebrei mais um pouco e concluí que já que a pedofilia é crime, o seu oposto também deveria de o ser. Eu bem sei que fisicamente nada me fizeram, mas bem senti aqueles quatro olhos a molestarem-me de alto a baixo assim como aquelas vozes a sodomizarem-me os tímpanos. Ainda bem que não tinham algemas, se não eu estava bem tramado!
Posto isto, a "ailifodep" deveria de ser crime e elas deveriam ter ido presas, assim como o Sr. Bibi o foi.
As ruas ficariam sem duvida mais seguras, evitando assim a repetição destes acontecimentos traumáticos.

4 comentários:

tininho disse...

o termo q usaste "estupefacto" significa propriamente o teu estado na situaçao referida: estúpido de facto!

cyberdog disse...

poxa para minha surpresa fiquei sabendo que pessoas fazem d tudo ate escrever ao contario pedofilia, isto é uma vergonha e o pior tem mães que vendem suas filhas e vão juntos ao motel. caramba que mundo é este

porca disse...

caro el_cabrom, es um grande rabeta.

Bixito disse...

Ora bem, este texto vai dirigido a todos aqueles que visitam este espaço à procura de AILIFODEP e não têm sucesso na dita busca. Pois bem, a todos esses tenho um conselho sábio para uma masturbação hiper-pervertida: e que tal roçarem o vosso caralho uma parede de chapisco e de seguida untarem-no com limão e piri-piri e, ao mesmo tempo, cheirarem/lamberem umas fraldas Dodot previamente borradas?